O primeiro a gente nunca esquece

Quando você finalmente levanta seu traseiro gordo do sofá e decide sair para acampar, descobre que não tem equipamento para fazer isso. Este é um pequeno guia para você comprar seu primeiro kit de aventura sem precisar vender um rim para pagar a fatura do cartão de crédito

por em 12/Oct/2011
Revisado por: Vê Mambrini

Esporte barato é futebol, vôlei ou basquete. O único equipamento especializado necessário é uma bola. Acampar com o mínimo de conforto e segurança requer um investimento inicial que, quando feito sem cuidado, lhe obriga a se prostituir para pagar a conta. Eu me empolgo a valer falando sobre as últimas novidades da PrincetonTec ou da SeaToSummit, mas, para ser realista, é muito difícil ter essas marcas como primeiro equipa ? a não ser que você more nos estrangêro. Há também o agravante de quem está começando não tem certeza se realmente vai querer transformar isso numa atividade recorrente, e pode abandonar essa vida de mateiro sem aviso prévio.

Lex Blagus subindo uma cachoeira
Tudo indica que ele vai voltar mais vezes

Com o passar do tempo você vai substituindo seus equipas, quer seja por desgaste ou porque quer algo melhorzinho. Então, faça o planejamento de compras em duas ondas: a primeira, com itens de valor mais barato comprados ao mesmo tempo; e a segunda composta de marcas superiores, comprados com mais critério e mais tempo, substituindo a primeira onda aos poucos. A não ser que você seja o tio Patinhas beira o impossível ter do bom e do melhor na primeira trilha. Equipas de valor acima de R$ 500 eu recomendo comprar lá fora; o mercado brasileiro precisa de estímulo, mas simplesmente não dá para pagar três a cinco vezes mais caro só por isso. Comprar qualquer coisa barata requer atenção, porque há muita porcaria à disposição. Garimpar é necessário, mas também é necessário saber reconhecer um bom equipamento.

equipamentos pendurados em uma árvore
Árvore de Natal

Mochilão

Não vou entrar nos detalhes técnicos pois já escrevi sobre o assunto, além de um ótimo post do Trekking Brasil. Fazendo uma pesquisa para lhe indicar algo bacana, não tive escapatória: uma mochila minimamente boa custa em torno de R$ 400. É o equipa mas caro de nossa listinha. Escolhi modelos de 70 litros, grandes o suficiente para levar toooodos os equipamentos: atuais e futuros. Há quem ache isso um exagero, se for este o caso, procure por modelos menores, em torno de 60 litros.

Celso e sua mochila
A cara feia é por causa do preço

Barraca

As modelos iglú são as mais populares, portanto invista neste modelo. Barracas possuem uma gama muito variada de preços e quase sempre seu valor está atrelado à sua qualidade. Desnecessário comparar muito: compre o que seu bolso permitir (sem ser muito pão-duro); algo entre R$ 200 e R$ 300. Pelamordideus não compre aquelas barracas gigantes para 4 pessoas que mais parecem uma tenda de circo: camping selvagem é lugar de minimalismo. E aproveite para exercitar seu senso de organização quando for usa-la.

Jô e Kad próximo a barraca da Speedy
Igluzinha com banda larga

Sleeping bag

…ou saco de dormir é o equipa que vai lhe garantir uma noite de sono quentinha e confortável. Este equipamento vem com a especificação de temperaturas para o qual ele é recomendado (conforto, médio e extremo) e cada fabricante tem seu método de medição. Não caia na tentação de comprar aqueles colchonetes de supermercado (exceto se você for para um lugar muito quente). O modelo a ser comprado depende de alguns aspectos:

  • das temperaturas médias dos lugares a serem visitados: montanhas são bem mais frias que praias
  • se você é homem ou mulher, calorento ou friorento, gordo ou magro

O preço vai depender do modelo escolhido; sacos de dormir com maior isolação custam mais caro (e são mais volumosos). Algo bastate interessante é que a maioria possui zíper de lado específico, permitindo que você compre outro de mesmo modelo com zíper do lado oposto de modo a junta-los e então poder dormir de conchinha com sua compania mais querida.

Celso e Kad deitados dentro de seus sleeping bags jogando dominó
Uma partida de dominó num dia preguiçoso

Isolante térmico

Um pouco de ciência: o sleeping bag é quentinho porque é recheado de fibras ocas. Quando você usa o sleep, os microtubos sob a pressão do peso do seu corpo sem comprimem e por consequência deixam de bloquear o frio do chão. Em resumo: você passa um puta frio se não usar o isolante térmico entre o saco de dormir e o piso da barraca. Isso vale para as redes também. Existem dois tipos de isolantes: os de EVA e os infláveis, sendo que a primeira categoria são baratíssimos, até R$ 30. É barato mas é importante, porra.

Jô posando para foto exibindo sua mochila e respectivo isolante
Isolante sempre à vista no teto da mochila

Fogareiro e cozinha

Barato meeesmo são as espiriteiras, aqueles fogareiros à álcool dos quais eu não gosto pois parecem muito perigosos. E então temos os fogareiros à cartucho de gás, bastante práticos mas às vezes bem chatos de encontrar à venda (tanto o fogareiro quanto o cartucho). Existem dois tipos de cartucho: de furar e de rosca. Compre o seu fogareiro pesquisando antes qual tipo encontra-se com maior facilidade na sua região. Os preços variam de R$ 50 a R$ 100. Sugiro pedir para alguém trazer dos estrangêro ou comprar no e-bay um lendário MSR ou Primus multi-combustível; é um salto gritante de qualidade e praticidade frente aos fogareiros a cartucho de gás.

Para panelas, compre modelos pequenos e baratos das lojas de um real (são bem mais leves) e corte fora os cabos (deixe apenas uma pequena ponta). Para os pratos, compre de plástico, a Coza tem modelos muito bonitos e fácil de encontrar em supermercados. Cada trilheiro monta sua cozinha baseado em sua experiência culinária: mini-ralador, descascador de legumes, peneira para escorrer macarrão são alguns itens que podem fazer parte do seu equipamento. E potes, muitos potes plásticos!

Cozinha do acampamaneto preparando um omelete, exibindo um pé no canto da foto
Cozinhando com os pés

Headlamp

Diferente da curva de preços das barracas e similar ao que acontece aos fogareiros, entre as headlamps boas e as não-tão-boas há um abismo de preços. Lanternas de cabeça xing-ling custam em média R$ 30 e bons modelos custam em torno de R$ 300. Inexistem modelos intermediários; pelo menos nada que valha a pena. Compre a xing-ling e reze para não chover!

Edú, Jô, Vê e Mario apontando headlamps uns para os outros
Luzes para todos os lados

Roupas

Se você não vê mal algum em pagar R$ 150 numa boa calça técnica, R$ 80 numa camiseta dry e R$ 200 numa blusa, então faça uma visita a uma loja de aventura. Saiba que leitores do blogus tem descontinho camarada na Mundo Terra Consolação. Mas se você prefere algo mais, hum, básico, não se desespere: calça de tactel que vira bermuda de qualquer camelô do Brás, camiseta dry da Líquido e alguma boa blusa de frio dão conta do recado. Uma blusa corta-chuva barata é bem difícil de achar, portanto compre uma boa capa de chuva e seja feliz. Procure investir num bom calçado, neste aspecto a marca Bull Terrier tem um ótimo custo-benefício.

Edú exibindo seu casaco corta-chuva laranja
O homem varal

E muito, muito mais…

Bastões de trekking, GPS, bússola de mapa, bolsa de hidratação, saco estanque, travesseiro inflável, facão, toalha técnica, tigelas… a lista não tem fim. Tenha em mente que quanto melhor seu equipamento, mais longe você poderá ir e com mais conforto.

Equipamentos de aventura espalhados
De tudo um pouco

Orçamento

Uma pequena simulação de quanto você vai gastar com sua brincadeira.

Abrir planilha no Google Docs
alerta Atenção: preços referentes à pesquisa feita em setembro de 2011. Preços e modelos sofrerão mudanças no decorrer do tempo. Utilize apenas como referência

A viagem não começa quando você coloca o pé na trilha. Ela começa muito antes, quando ao pegar o equipamento da prateleira da loja você imagina-se usando-o no mundo lá fora. Afinal de contas, a gente nunca cresce, a única coisa que muda é o preço dos brinquedos.?

:, ,

14 comentários neste post

  • Luiz

    Muito bom, gostaria de sugerir um post sobre pontos positivos e negativos das barracas (incluindo as encontradas no amazon por exemplo)
    Parabéns.

    • Lex

      E nessa madrugada de quarta-feira, dia das crianças, temos nosso amigo ouvinte Luiz do Maranhão que manda uma cartinha requisitando um post sobre barracas para o blogus. Vamos pensar no assunto, Luiz, mas não saia da frequência! E agora nossos intervalos comerciais.

  • Femalk

    Belo post man – como sempre – e veio numa boa hora.
    See you buddy!

    • Lex

      Danke, mate! É nóis queiróis voando de albatróis.

      • Blue

        hola quisiera saber que clase de cilicona usar para llenar un molde para plático. Además donde comprar los productos neoaresics. Soy de Argentina, provincia de Santa Fe.

    • Mateen

      No he encontrado nada aparte del LDM que sea funcional para mi KINDLE. intente con los PDF pero la navegacion a libros capitulos y versiculos no es nada efnLteiie.SAcUDOS!

    • http://goanalyze.info/hku.hk

      Ok I’m ready for you to come home now Because that means it’s sooner till you come to see me this weekend!!!!Tell the fam I say Hi! and I am so sorry someone’s camera was stolen! Booo.

  • Bruno

    Eita que é um fio desencapado esse mininu! Valeu Blagus.

  • Lucas

    Cara, esse post me fez ver bem o quanto eu penava…

    Inicialmente, ia pro mato com uma mochila qualquer (litragem, nem sabia o que era) e fazia aquele bate-volta exaustivo com nenhum “equipamento”.

    Quando passei a pernoitar no mato, eu tinha apenas uma barraca iglu muito maior que o necessário e um saco de dormir amador muito volumoso , chegava ao cúmulo de levar uma mochila nas cotas e outra na barriga pra conseguir levar os “improvisamentos”, isso na trilha do rio mogi… E digo mais, o isolante é MUITO importante, porra! Eu parecia mais um morador de rua do que um “aventureiro”, com aquele papelão todo. Teve um dia em que eu achei um cobertor de mendigo milagrosamente embalado e lacrado no meio do mato, grande noite de sono…

    Finalmente, depois de penar durante um ano e pouco, comecei a me equipar decentemente e parar de sofrer, ainda falta muita coisa, mas pelo menos o básico já deu pra adquirir. Vendo esse orçamento já dá pra sentir o peso que ainda vou carregar no bolso até montar um equipamento completo.

    Ps. Minha dica é juntar um dinheiro e tentar comprar o que for possível à vista (sem esquecer de dar uma bela chorada), dá pra conseguir belos descontos.

    Abraço.

    • Lex

      Você veio para o lado bom da força, Luke!
      Quando eu comecei a trilhar também usava uma barraca gigante. Mas o começo é assim mesmo, todo torto, sei muito bem como é pois comecei assim também. E no mesmo lugar =]
      abração

  • Geovane

    Lex

    Muito bom, ótimo guia para quem está começando !!

    abs.

  • Divulgue Grátis

    O primeiro a gente nunca esquece no blogus, o blog das aventuras do blagus Anuncie e Venda Rápido no Maior Site de Classificados Grátis do Brasil. Anúncios Totalmente Gratuitos Indexados pelo Google! Acesse http://www.anunciosbr.com.br Anuncie, Divulgue, Compartilhe!
    Divulgue Grátis http://www.anunciosbr.com.br/

Responda