Organizando a barraca e o acampamento

A psicopatologia mais legal do mundo é o transtorno-obsessivo-compulsivo (TOC). Se você já assistiu Monk sabe qual é: não pisar nas bordas, ter seu guarda-roupa organizado cromaticamente, ter um método certinho para cada coisa a se fazer. É a doença perfeita para profissionais de minha área, que é desenvolvimento de sistemas, em que tudo precisa […]

por em 16/Oct/2009
Revisado por: Mario Amaya (infográfico)

A psicopatologia mais legal do mundo é o transtorno-obsessivo-compulsivo (TOC). Se você já assistiu Monk sabe qual é: não pisar nas bordas, ter seu guarda-roupa organizado cromaticamente, ter um método certinho para cada coisa a se fazer. É a doença perfeita para profissionais de minha área, que é desenvolvimento de sistemas, em que tudo precisa estar meticulosamente no lugar. E é claro que eu levei toda essa metodologia para a natureza.

organização ao extremo

organização ao extremo

Você já se pegou no meio da noite procurando a lanterna dentro da barraca? Ou não sabia onde estava o molho de tomate na hora da janta? Ser metódico e organizado é algo que facilita muito a vida. Baseado nisso (e na preguiça de escrever um artigo mais longo) que eu criei um infográfico sobre como organizar os equipamentos dentro da barraca e detalhes sobra a área do acampamento.

"cadê meu ursinho ?"

"cadê meu ursinho ?"

Confesso ter feito correndo, acredito que poderia ter muito mais dicas e detalhes. Mas estou na tentação de fazer uma série desses, afinal, uma imagem vale mil palavras, não ?

Infográfico: Organizando a barraca e o acampamento
Infográfico: Organizando a barraca e o acampamento

Olhar o infográfico como imagem (para visualizar aqui no blog)
Baixar o infográfico em formato PDF (em alta resolução no Acrobat Reader, para imprimir e levar junto)

estes arquivos podem ser copiados, distribuídos e publicados em qualquer lugar, desde que mantendo meus créditos e com um link para este blog

Espero ajudar na organização dos seus próximos acampamentos!
abraços

:, ,

26 comentários neste post

  • Joana Rocha

    TOC Master esse. Mas sou testemunha de que funciona, embora eu ainda continue procurando a lanterna no meio da noite para poder ir ao “toilet”. Prova de que o “remedinho” funciona, hahahahaha.

  • Mario Amaya

    Eu nunca me diagnostiquei com TOC, mas se você olhar minha coleção de MP3 ou o jeito como os trabalhos estão salvos no HD, pode ter uma surpresa. Meus computadores (são vários) estão sempre afinados ao extremo absoluto. Os bonsais, impecáveis. Os gatos, gordos. Mas a administração financeira andou descambando em tempos recentes. Tem cura, doutor?

    A mochila que uso para carregar minhas coisas na rua também é ridiculamente organizada, senão eu simplesmente não acharia as coisas quando preciso, ainda que não fossem muitas.

    • Lex

      Metodologia é uma santa ajuda para distração. E como sempre estou com a cabeça na mundo da lua, eu só consigo viver assim. Mas é claro que apenas brinco que tenho esta doença. A vida de quem realmente a tem é bem diferente: um sofrimento pela limitação de suas vidas devido as paranóias. Você ter alguma coisa em desordem na sua vida prova que você é um ser humano “normal”.

  • Leo

    Cara, eu queria ter uma conta no ffffound.com só pra colocar teu infográfico lá. Simples e eficiente!

    Eu tenho um grande amigo de infância (na verdade nossos pais já eram amigos de infância) que tem o oposto da sua TOC: fazendo mochilão com ele eu sempre ocupava o meu cantinho típico – uma única cadeira onde eu botava minha mala e roupas e um parapeito pra botar coisas mais “à mão” – enquanto ele usava 3 (sim, 3!) camas inteiras pra abrir a Deuter 75+15 dele. E ainda perdia tudo: “Ae Lelão… vc viu onde eu botei meu outro pé desse tênis?”. Sem brincadeira.
    Sorte dele que a gente sempre acabava capotando em albergues com camas vazias… ou talvez as pessoas fugissem de nós…

    PS.: dá um tapa no tag do infográfico, ó as propriedades da imagem: “500px × 352px (scaled to 500px × 375px)”, fica aquela distorçãozinha típica de scale online…

    • Lex

      Infográfico: obrigado !
      Seu amigo: cara, impressionante esse seu amigo ! Logo logo você terá um infógrafo para mandar para ele…
      Imagem: como você descobriu isso ? Eu nem reparei… já está arrumado !

      abraços

  • Mario Nery

    Eu mantenho as coisas dentro da mochila, do lado de fora somente lixo e coisas de cozinha. As botas eu prefiro dentro da barraca, enroladas num saco plástico. Fora da mochila (dentro da barraca) só isolante, saco de dormir, travesseiro inflável, lanterna e faca/canivete. Assim eu arrumo mais rápido na manhã do dia seguinte. Mania que eu ganhei fazendo travessias. Gostei do gráfico!

    • Lex

      Legal seu feedback ! Claro que em regiões “mais populadas” eu boto tudo dentro da barraca !
      valeu, abraços !

  • Carlos

    Muito legal o post… eu pessoalmente não tenho coragem de desfazer a mochila em cada pernoite, tento deixar cada coisa em seu mesmo lugar para que possa sempre saber onde na mochila estão os itens e distribuir melhor o peso (equilíbrio em montanha é tudo).
    “Arrumação alternativa” (palavra bonita para bagunça) é mais o estilo que uso dentro da barraca.
    Mas geralmente so deixo na barraca alguma bolacha, cantil, saco de dormir e lanterna…todo o resto dorme na mochila.

    Gostei mesmo do infográfico…vamos esperar os próximos , rsrsrs

    • Lex

      Olá Carlos!
      Eu até mantinha as coisas na mochila antigamente, mas no dia seguinte era pior para colocar as coisas de volta: a mochila ficava toda torta, não rola. E quando precisava tirar alguma coisa de lá, achar era um parto. Como minha “agenda” nas viagens é bem tranquila, nunca projeto nada para ter pressa, me dou ao luxo de arrumar tudinho…
      valeu pelo comment !
      abraços

    • Geraldine

      Ja det är sant men det är ganska uppenbart att deras nyförvärv inte skrämmer några av lagen i 3:an även om flera av dom är du2a0gt&#8k3i;steget är större än man tror

  • tuca

    Pô lex…impressionante…este blog pra caras como eu (AMADOR) matou-a-pau.
    Estou aguardando um blog que nos ensine como arrumar nossa mochila … tenho muitas duvidas qto a isto.
    Mandei alguns emails pra vc mas acho que estamos tendo problemas.
    um grande abraços

    Tuca

    • Lex

      Tuca, todos nós estamos em constante aprendizado. Ao escrever um artigo para cá, também tenho que rever todos meus conceitos e re-pensar se tudo aquilo que estou fazendo faz mesmo sentido, e as vezes acabo descobrindo coisas novas. Eu até ia guardar segredo sobre o próximo infográfico, que será sobre a mochila (e algo mais), mas como você não é o primeio a requisitar, saiba que está sendo feito (mas este dá muito mais trabalho, não está sendo feito por mim (afina não me considero um bom ilustrador) e provavelmente não vai rolar para a próxima sexta).

      Quanto ao e-mail, vamos dar um jeito nisso
      abraços

  • Jeff

    Super legar o infográfico, já fiz o devido download. Concordo, organização é fundamental. Minha preferência é por saquinhos Zip Lock. Assim dá pra manter tudo seco e ir meio que empilhando na mochila pela manhã (no melhor estilo Sanduíche do Scooby-Doo)
    Só uma coisa que acho que vale um parênteses, tenho um certo receio em deixar as botas do lado de fora e ter que dividí-las com aracnídeos pela manhã.
    Abção

    • Lex

      Boa, Jeff. Já usei muuuito os saquinhos ZipLock, são mesmo muito bons. Ou eram. Porque não consigo achar mais nenhum ZipLock de qualidade, como antigamente. Os atuais rasgam muito facilemente e são muito finos. Por isso eu virei fã de potes e sacos-estanque.

      Quanto ao lance da bota, enrole suas meias e coloque-as na entrada do boot.

      abraços !!!

  • Jeff

    Meu, tô viajando nessas suas fotos do Flickr, uma melhor que a outra.
    Agora, me fala, isso entre o Salame e o conjunto de panelas Camp é feijão? http://www.flickr.com/photos/blagus/2622366354/in/photostream/ Se for, como vc fez pra não azedar? Rs
    Abção

    • Lex

      É sim ! E até corrigi o Flickr. Essa feijoada é uma nova da Fughini que não requer refrigeração. Basta esquentar e boa ! E a grande vantagem, não é enlatada. Hoje me dia ela vem somente num sáco à vácuo, não tem mais essa bandejinha. Uma vez aberta, tem que comer, é que nem enlatada. Leia este post que tem o relato completo sobre estas fotos do Flickr
      abração !

  • Paulo Nogueira

    Caraca Lex… puta trampo! rsrsrsrs

  • Fábio K.

    Opa…

    Boa idéia… Assim q tiver tempo, eu posto tbem no meu blog, te linkando !

    Abçs

  • Fernando Lima

    Lex, muito bacana esse teu trabalho e fantásticas as dicas. Vão ser muito úteis para mim e minha turma.

    Sou praticante de ciclismo em trilhas e caiaque turismo. Terias dica de algum infográfico sobre arrumação de tralha no caiaque?

    Aqui na região amazônica não faltam lugares para serem explorados em remadas. Esta semana mesmo, companheiros meus completaram o percurso Manaus/Belém em caiaque (2.000Km). Ainda não pretendo fazer nada dessa dimensão (até por falta de tempo), mas já fiz viagens com três dias de duração e pretendo fazer outras nessa média, inclusive uma descendo o Rio Arari, que corta a Ilha do Marajó.

    Quando resolveres andar por aqui, avisa. Belém te receberá de braços abertos.

    • Lex

      Cara, fiquei muito feliz que o blog lhes serão útil. E saber que meu blog está rodando o Brasil!!!
      Não tenho nenhum inforgráfico sobre organização de caiaque, mas taí uma boa dica. O chato é que isso depende muito do modelo do barquinho. Você deu uma lida no meu post sobre o assunto?

      Sobre as suas aventuras de caiaque aí, publicou fotos e relatos em algum lugar? Compartilhe!!!

      muito obrigado pelo convite, fiquei sériamente tentado!!

    • Nelda

      What fantastic photos Trish! Being a Brit, I love castles. Th172#8&ey;re everywhere here as you know I can’t think of anything better than you and Caitlin in one volume. Can’t wait to read this!

  • Fernando Lima

    Dá uma olhada em:

    http://www.eart.esp.br/forum/viewforum.php?f=3&sid=ee3de9b157869fcb228e3fa7b67ebc52 – Fórum onde estão convites, fotos e relatos das aventuras do grupo.

    http://www.eart.esp.br/forum/viewtopic.php?t=3575 e http://www.youtube.com/watch?v=hPwMXl5zy7g – Relatos e imagens de nossa última remada na costa da Ilha do Marajó.

    Dia 30/05, próximo domingo, faremos uma remada-passeio de 26Km num belo e sinuoso rio chamado Caraparu – as três edições anteriores estão relatadas no Fórum.

    Dia 27/06 faremos outra remada na Ilha do Marajó, desta vez na costa da região de Ponta de Pedras. Serão 30Km, sendo 15 diurnos e 15 noturnos, com lua cheia.

    Grande abraço.

    Fernando Lima

1 Trackback our Pingback para este post

Responda